BÊBADO , COVARDE, AGRIDE MULHER, ARRANCA VIOLENTAMENTE CRIANÇA DE SEU COLO NA TENTATIVA DE FUGA! E COM FACA PARTE PARA CIMA DA CUNHADA!

 


Bêbado, violento e covarde, ofende agride mulher! Ela aguenta as bizarrices e agressões  para proteger a filhinha de 4 anos . Somente de manhãzinha o infeliz sai para comprar mais cachaça , ele vê a oportunidade e sai correndo com a criança! O covarde sai na perseguição, arranca com ameaças e agressões a filha do seu colo e leva com ele, afirmando que a mãe jamais a veria de novo!

 Ela procura a irmã que tenta resgatar a pobre criança, mas é agredida covardemente pelo cachaceiro com faca em punho ! 

Acompanhe este triste relato, atendido pelo PM , DIRETO DO B.O!!!

No dia 31 de out. 21. – 08h20min No bairro Boqueirão a equipe atendeu uma ocorrência onde, segundo a solicitante, 27 anos, seu amasio, 33 anos, começou a consumir bebida alcoólica, na noite de sábado e logo começou a lhe insultar e ameaçar, proferindo xingamentos e impossibilitando que ela deixasse a casa, mantendo-a sob ameaças de tirar-lhe os filhos e agredi-la. Informou ainda, que aproveitou um momento, já pela manhã de hoje, em que ele deixou a residência para comprar bebidas e saiu da casa, com sua filha de 4 meses, porém o autor percebeu e foi atrás delas, lhe tomou a criança dos braços e disse que ela não iria mais ver a filha, retornando para a residência do casal, levando consigo a filha. A vítima declara que foi até a casa de sua irmã,

34 anos, para pedir ajuda e buscar a filha, que quando chegaram na residência, o autor lhes recebeu com xingamentos e entrou em luta corporal com a irmã da vítima, a qual informa que o autor estava de posse de uma faca e que foi lesionada por ele na mão direita. O individuo foi localizado em sua residência e apresentava pequenas lesões na face e mão direita, as quais segundo ele, foram causadas pela cunhada. A vítima decidiu por encerrar situação em que está vivendo, expondo os acontecimentos e decidindo por representar criminalmente contra o autor. Foi dada voz de prisão ao indivíduo, e conduzido até a delegacia, para os procedimentos cabíveis.


Comentários