FAKES, FATOS E A REALIDADE SOBRE SERVIDOR DA CÂMARA CONDUZIDO COMO SUSPEITO EM OPERAÇÃO POLICIAL

 



A Polícia Civil do Paraná, desencadeou uma ação para o combate ao tráfico de drogas sintéticas em Guarapuava. A PCPR cumpriu com eficácia, 27 mandados judiciais na cidade e Curitiba.

 São fatos e noticiamos aqui , repercutindo a entrevista do delegado em nossas redes sociais.

Fakes ;

Sites e páginas no facebook e instagram, alegaram erroneamente que a Polícia teria cumprido mandado de prisão na Câmara da cidade de Guarapuava , tal afirmação é mentirosa, nenhum gabinete ou o prédio da Câmara sequer foi visitado pelos agentes da lei em cumprimento do dever . 

Verifiquei pessoalmente para fazer a matéria e trazer a verdade dos fatos, afinal, sempre vamos aos locais para realizar entrevistas  e não publicamos  fakes ou   boatos .

Fato :

 Um assessor da Câmara Municipal  foi alvo  em sua casa de mandado de prisão fruto da “Operação CWB”, este,  foi visitado pelos policiais, em sua residência e conduzido para a Delegacia, onde permanece como suspeito nas investigações.

A operação foi deflagrada na Terça feira , 14 de Setembro e sobre a qual só temos a enaltecer a ação dos Policiais em defesa dos interesses do cidadão e no combate a criminalidade, como sempre fazemos e defendemos no site e redes sociais ! Avante Policia Civil!

 Com relação ao Assessor legislativo,  cujo nome não citaremos , por orientação jurídica e direito legal do mesmo, este, desempenhava seu trabalho a dois mandatos no gabinete do Parlamentar Marcio Carneiro, que declarou ao Lobo Noticias que o servidor em questão , no exercício de sua função e trabalho diário na Câmara, não teria nada que o desabonasse, no entanto, Carneiro, foi claro em afirmar que não tinha conhecimento ou controle sobre as atividades, lícitas ou ilícitas que ele ,o servidor, desempenhava fora do seu horário de expediente.

" O servidor que é suspeito na operação, jamais deixou transparecer durante o “horário de expediente” que teria qualquer ligação ilícita .” Comentou .

O vereador afirma que apoia e sempre apoio as ações de segurança e combate a criminalidade na cidade, reafirmando que não aconteceram prisões ou ações policiais em cumprimento do dever na Câmara Municipal da cidade e nenhum legislador esta envolvido nas operações !


Comentários