CONSELHOS DE TEMER E AJUDA A BOLSONARO NÃO SÃO BEM VISTOS PELA GRANDE NAÇÃO VERDE AMARELA QUE APOIA O PRESIDENTE

 


Após discursos com em prol de uma mobilização para o respeito da Constituição direcionado ao Supremo Tribunal Federal durante os atos de 7 de setembro, e grande apoio popular nas ruas de todo o Brasil, ontem quinta-feira (9), o presidente Jair Bolsonaro publicou uma manifestação a respeito da crise institucional entre os poderes da República. Uma nota, que decepcionou os mais fiéis seguidores.

Em 10 pontos, o presidente afirmou que não teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer dos poderes” e justificou que suas palavras “por vezes contundentes, decorreram do calor do momento”. No ato realizado na Avenida Paulista, em São Paulo, Jair Bolsonaro afirmou que não cumpriria mais decisões do ministro Alexandre de Moraes, a quem chamou de “canalha”. O que levantou a multidão, o vídeo pode ser acompanhado neste link.

Apesar da justificativa, ele voltou a criticar o ministro e o "culpou" pelas divergências atuais.

“Boa parte dessas divergências decorrem de conflitos de entendimento acerca das decisões adotadas pelo Ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das fake news”, alegou. O presidente elogiou as qualidades de Moraes, mas deixou claro que “medidas judiciais serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais”. Além do inquérito das fake news, o ministro do STF também é o relator da investigação sobre o financiamento das mobilizações e já ordenou, de forma não o constitucional e no canetaço a prisão de apoiadores do presidente, acusados de disseminar ameaças e falar contra os integrantes do Supremo. Ou seja crime de opinião, impedindo a liberdade de expressão, este, um ato anticonstitucional ...

À CNN, Michel Temer, ex-presidente do Brasil, disse que escreveu a carta assinada por Bolsonaro, e que está "ajudando a pacificar o país"

A carta não agradou apoiadores e diga se de passagem uma multidão que foi as ruas em nome de Bolsonaro, vestindo verde amarelo! 

A grande maioria, entre eles,  os caminhoneiros, ficaram sem entender o que Bolsonaro fez! E você entendeu????

Comentários