PT VAI DE REQUIÃO PARA ENFRENTAR RATINHO NA DISPUTA PELO GOVERNO DO PARANÁ

 


FOTO DIVULGACAO 

Após descobrir que a maioria dos filiados do PDT e do PSB por influência e até provável articulação de pessoas do alto coturno ligadas ao Palácio do Iguaçu tentam impedir a filiação dele nestes partidos,  o Ex Governador e Ex Senador Roberto Requião, que na semana passada deixou o MDB, busca como alternativa para ser candidato a Governador , o PT, Partido dos Trabalhadores, do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente nacional da sigla, ex Senadora Paranaense Gleisi Hoffmann, a filiação deve acontecer nas próximas semanas, com um evento na capital do Paraná.

           REQUIÃO FILHO VAI COM O PAI?

A situação do herdeiro político, o deputado estadual Requião Filho, só vai ser resolvido em março do próximo ano, quando será aberta a janela de transferências às eleições de 2022.


Comentários