JORNALISTA DE 35 ANOS MORRE DE COVID19 NO PR

 


A morte da jornalista do Grupo Tribuna, Adriana Roveri Alves Tanno, de 35 anos, que faleceu no Hospital do Coração, em Londrina, coloca de luto seus familiares, amigos e colegas de trabalho. Internada há 16 dias, lutando contra a Covid-19, ela não resistiu ao agravamento do quadro.

A jornalista foi positivada com a doença em 16 de junho, quando iniciou tratamento médico. Foi internada quatro dias depois no Honpar, em Arapongas, onde residia, mas seu quadro agravou rapidamente e ela foi transferida para o Hospital do Coração onde chegou a apresentar melhora e recebeu alta da UTI.

Infelizmente, ela voltou à UTI na última quinta-feira (29), após ressonância dos pulmões apontar comprometimento de 90% do órgão. O quadro se agravou ainda mais no último sábado, quando foi entubada. 

Adriana deixa o esposo, Alcir Tanno e a filha Bárbara, 12 anos, as irmãs Jéssica e Fernanda e os pais Salete e Carlos. 
Foto TN on line 


Comentários