Casal Degenerado que filmou estupro da filha rodou 700 km a pé até ser preso no Paraná



Após um ano e sete meses de buscas, a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) localizou o casal denunciado por estuprar a filha de 7 anos e gravar o crime em uma casa do Jardim Tijuca, em Campo Grande. Desde que o caso veio à tona, emjaneiro de 2020, os suspeitos – mulher de 43 e homem de 35 anos – peregrinam a pé pelas rodovias e vivem de cidade em cidade como moradores de rua.

O casal, que terá o nome preservado para não expor as vítimas, fugiu de Mato Grosso do Sul logo após a polícia descobriram a rotina de maus-tratos e estupro da família. A mulher chegou a prestar depoimento na época, mas logo em seguida se uniu ao marido e a filha de 20 anos, que também mantém um relacionamento com o suspeito, e saiu do Estado.


Segundo a delegada Franciele Candotti Santana, os três saíram de Campo Grande a pé. Algumas vezes pegaram carona, no entanto, andaram pelas rodovias na maior parte do 
tempo. A primeira parada foi Cianorte. Logo depois, mudaram para Umuarama. Por último se abrigaram em Campo Mourão, mais de 700 quilômetros depois, onde acabaram presos na madrugada desta quinta-feira (8).

MAIS DETALHES ACESSE CAMPO GRANDE NEWS


Comentários