Senado Federal vai debater hoje segunda-feira (7), a partir das 15h, o projeto de lei que cria o Passaporte Nacional de Imunização e Segurança Sanitária (PSS).

 

 


A proposta determina que o passaporte poderá ser usado pelos entes federados para suspender ou abrandar medidas restritivas de locomoção ou acesso de pessoas a serviços ou locais, públicos ou privados, que tenham sido adotados com o objetivo de limitar a propagação do coronavírus.

 O projeto também prevê que o passaporte poderá ser usado para autorizar a entrada em locais e eventos públicos, na utilização de meios de transporte coletivos, ingresso em hotéis, cruzeiros, parques e reservas naturais, entre outras possibilidades.

O documento será implementado por meio de plataforma digital, a ser operada pela União em coordenação com estados, Distrito Federal, municípios e com os serviços privados de saúde credenciados. 




Comentários