Caso Ana Paula Campestrini: Judiciário proíbe Polícia Civil de divulgar imagens ou informações da investigação



O judiciário paranaense proibiu nesta segunda-feira (28), a divulgação de imagens ou informações sobre o caso Ana Paula Campestrini pela Polícia Civil. A decisão é do juiz da 1ª Vara do Tribunal do Juri de Curitiba e acolhe a pedido da defesa. Segundo a decisão, todos os atos do processo devem ser realizados sem a intervenção ou acompanhamento da mídia.

A mulher foi executada com 14 tiros de pistola na semana passada, em frente de casa, no Santa Cândida. O ex-marido é suspeito de encomendar a morte.

O sigilo em processos envolvendo violência contra a mulher é uma regra prevista na lei Maria da Penha.


Comentários