FAMÍLIA DE TATIANE SPITZNER CLAMA POR JUSTIÇA – JULGAMENTO VAI ACONTECER

Preso há dois anos e seis meses na Penitenciária Industrial de Guarapuava, o professor e biólogo Luís Felipe Manvailer vai ser julgado por feminicídio e fraude processual. Ele é acusado de matar a esposa e advogada Tatiane Spitzner por asfixia, jogar o corpo dela pela sacada do apartamento. Esta é a terceira vez que o júri popular de Manvailer é remarcado a família quer justiça!

 

Comentários