Unicentro prepara Escritório de Interações Comunitárias para atender empreendedores

 


Contribuir para o desenvolvimento econômico e social de Guarapuava e região está entre os principais objetivos da Unicentro. Para que isso aconteça, a nossa universidade busca maneiras de estar cada vez mais próxima da comunidade, em diversas áreas. Um exemplo disso é a criação do Escritório de Interações Comunitárias – projeto que começou a ser desenhado pela reitoria e pelo Setor de Sociais Aplicadas do campus Santa Cruz.

Terá como objetivo fazer atendimentos pela universidade a micro e pequenos empresários, bem como os trabalhadores informais da nossa região também, que necessitam de apoio para gestão tanto das suas organizações para os empresários, quanto com seus negócios para os informais”, explica o diretor do Sesa, professor João Francisco Morozini, sobre os objetivos do Escritório.

Ideia que é complementada pelo vice-reitor da Unicentro, professor Ademir Fanfa Ribas. “Nós conseguimos aliar aquilo que nós acreditamos ser mais importante na instituição, que é juntar a teoria com a prática. Então, nós temos a prática apresentada por esses nossos futuros parceiros aliada à prática que nossos estudantes aprendem nos cursos do Setor de Sociais Aplicadas, e a teoria também passada em uma universidade para, juntos, podemos fazer a diferença. Nós temos pequenos, médios e microempresários que precisam de apoio – quem sabe para fazer a sua contabilidade, para realizar um planejamento estratégico, para ter uma gestão de eventos,  para poder fazer cálculos relacionados a seus custos, a seus investimentos – e a Unicentro está abrindo mais essa porta”.

A possibilidade de criação do Escritório de Interações Comunitárias, de acordo com o professor Morozini, foi pensada a partir de um plano de reimplantação de um antigo projeto desenvolvido pelo curso de Administração da universidade que encerrou as atividades há alguns anos. Neste novo modelo de trabalho, além de Administração, os cursos de Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Secretariado Executivo, Serviço Social e o Mestrado em Administração também estarão disponíveis para atender micro e pequenas empresas, microempreendedores individuais e toda a comunidade empresarial.

Ressurge essa possibilidade, inclusive com apoio financeiro da Fundação Araucária para a estrutura física deste projeto. Esse Escritório deverá ter disponibilizada, pela direção do campus Santa Cruz, uma sala para atendimento à comunidade empresarial ou para os informais, onde será dada consultoria nas diversas áreas de negócio envolvendo professores e alunos”, detalha o diretor do Sesa.

Para os professores Morozini e Ademir Fanfa Ribas, a proposta do Escritório de Interações Comunitárias vem como uma ferramenta para retribuir todo o investimento feito pela sociedade na universidade. “Iniciativas como essa – de dar atendimento à comunidade na área de negócio – estão entre outras inúmeras atividades que a Unicentro já vem oferecendo à população, tanto local quanto regional, mostrando que, além do ensino, os acadêmicos e a universidade também se preocupam em dar um retorno para comunidade com essas atividades práticas”, afirma o primeiro.  

Segundo Ademir, espera-se, “com essa ideia inovadora, que a Unicentro possa estar cada vez mais próxima dos empresários, dos pequenos, médios e microempreendedores individuais, utilizando a expertise dos nossos profissionais – os docentes  e os formandos –  para poder auxiliar na gestão, principalmente superando os desafios que esse momento está trazendo a nossa sociedade”.


Comentários