RENDIMENTO DE SERVIDOR PÚBLICO CRESCE E TRABALHADOR PRIVADO DIMINUI QUASE TRÊS VEZES

 




Foto Arquivo - Comissionados e Secretários Municipais

Entre 2012 e 2020, o rendimento do servidor público com carteira assinada cresceu 20,4%, enquanto que para o trabalhador do setor privado o crescimento foi de 7,1%, valor quase três vezes menor. Entre os militares e servidores estatutários (concurso público), o crescimento no período foi de 13,1%.

Os dados são da consultoria IDados, com base em números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, observando toda a série histórica disponível — entre o primeiro trimestre de 2012 até o quatro trimestre de 2020. Pesquisador da consultoria, Bruno Ottoni aponta que desde o início da série histórica é possível identificar uma vantagem explícita no setor público.

No primeiro trimestre de 2012, a renda real no setor público já era 56,9% maior que a do setor privado, quando o salário médio mensal habitual na área era de R$ 2.190 enquanto no setor público era R$ 3.437. 

Já os últimos dados analisados, do quarto trimestre do ano passado, mostram que essa diferença subiu para 76,4%. A diferença entre a renda do trabalhador privado e do militar e estatuário, no ano passado, é ainda maior, de 91,1%. 


Assim, para Ottoni, o que se percebe é que não apenas a renda real habitual média do setor público é muito maior que a do privado, mas que a diferença vem aumentando. 

“Isso provavelmente se deve a características do setor público, como correção monetária e ajustes automáticos dos salários, progressão de carreira garantida e maior estabilidade, que não são tão frequentes no setor privado”, disse, conforme texto enviado por sua assessoria.

Se fosse analisado os funcionários comissionados de prefeituras, governos Estadual e Federal, os índices seriam maiores!

Foto : Arquivo Lobo Noticias - Meramente ilustrativa 

Comentários