NEM QUE PEGUE COVID- NÃO VOU DEIXAR MEUS FILHOS MORRER DE FOME

 


Há mais de três meses sem receber o auxílio emergencial, que garantia as compras de supermercado pelo resto do mês e a possibilidade de praticar o isolamento social com os três filhos, a ambulante Helena Leite, de 41 anos, agora sai à rua diariamente, no pior momento da pandemia de covid-19, em busca de comida.

"Eu conheço gente que já morreu por causa dessa covid-19. Dá medo. Eu vou para o mercado, para esses lugares assim, mas vou com medo de trazer para casa, porque tem meus filhos lá. Mas fazer o quê? Ou eu me arrisco ou meus filhos passam fome", diz a dona de casa .

Mesmo saindo para pedir por restos de comida em açougues, padarias e feiras onde mora, o risco é grande!

Quantas Helenas , temos no Paraná? 

A pergunta :   A economia está entrando em frangalhos, não estão faltando uma ação mais eficaz em todos os sentidos para ampliar de verdade a vacinação e finalmente , conseguirmos respirar???

O brasileiro é muito pacato mesmo! Se imagens como está , não te fazem acordar, para o grande circo e armação para obter recursos aos custas do vírus, creio que mais nada o fará!

Não devo nada a prefeito, governador ou presidente e tão menos deputados, mas está gente está muito quieta, afinal o deles e de seus assessores, altamente remunerados cai na conta todo o mês...

Já o comércio e nós da iniciativa privada ou corremos ou como dona Helena, passamos fome!

Só afirmo senhores políticos: A BATATA DE VOCÊS JÁ ESTÁ ASSANDO! SE MECHAM !!!!

Comentários