GRUPO TIGRE resolve sequestro de Tamires filha do prefeito Berto Silva

 


Berto e Eliza  comemoram e agradecem ao Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), da Polícia Civil. que resolveu a situação do sequestro e desaparecimento da filha do casal a médica Tamires Regina Gemelli da Silva Mignoni, na última sexta-feira, 16 de outubro, em Erechim, no Rio Grande do Sul, onde  atua como médica.

  Tamires foi resgatada na noite de quarta-feira (22) em um cativeiro no município de Cantagalo, na região central do Paraná.

Foram presos dois homens e uma mulher na operação, que foi comandada por uma equipe do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), da Polícia Civil.

Segundo a polícia, Tamires foi sequestrada ao sair de um posto de saúde no bairro Aldo Airolli, em Erechim, no Rio Grande do Sul, onde trabalhava.

Ela foi levada ao cativeiro em seu próprio carro, um Equinox, na tarde da sexta-feira. O veículo foi abandonado próximo a uma fábrica, no bairro Cristal, a cerca de 6km da unidade de saúde. Outros dois automóveis, que podem ter relação com o desaparecimento, foram localizados pela polícia.

Até a última atualização da reportagem, não havia mais detalhes por parte da polícia sobre o resgate da médica.

Tamires é filha do prefeito de Laranjeiras do Sul, Berto Silva, que se manifestou sobre o resgate em uma rede social: "Valeram as orações. A Tamires acaba de ser libertada pelos grupos Deic e Tigre. Nossa menina está voltando pra casa".

 

Comentários