Padrasto confessa que matou e decapitou enteada de apenas 1 ano

 

Diogo saiu com a enteada de bicicleta para marcar uma consulta para o irmão da bebê, esse foi o último momento que a menina foi vista com vida. Em entrevista concedida à Record TV, ele disse que deixou a menina com um desconhecido para ir ao banheiro. Porém, após ficar 30 minutos no local, quando ele voltou, não encontrou mais nem o homem e nem a criança.

Durante a entrevista, o criminoso entrou em contradição e disse ter ficado apenas 5 minutos no local, e não os 30 minutos relatados anteriormente. De acordo com a delegada Renata Costilhas, que acompanha o caso, após as contradições, Diogo confessou o crime e indicou o local onde abandonou o corpo da criança.

 

O criminoso confessou que tirou a vida da enteada e que arrancou a cabeça com uma faca. Os policiais localizaram o corpo da criança, que foi encontrada decapitada.

Digo da Silva foi preso e a polícia continuará investigando o crime.


Comentários