Corregedoria do TRT-PR passa a atuar em sistema de trabalho semipresencial

 


O TRT do Paraná realizou sua primeira correição pelo sistema semipresencial. Em razão do distanciamento imposto pela pandemia de covid-19, as correições vinham sendo feitas de modo totalmente virtual desde o mês de junho.

Com a implantação do sistema misto, a equipe da Corregedoria passa a atuar novamente de forma presencial, se deslocando até as Varas que serão analisadas. Servidores da unidade judiciária poderão permanecer em trabalho remoto durante a correição, com exceção do diretor de secretaria ou de um substituto nos casos em que o diretor é do grupo de risco. Juízes podem acompanhar os trabalhos presencialmente ou a distância.

Para a corregedora regional, desembargadora Nair Maria Lunardelli Ramos, a atuação da Corregedoria de modo presencial é de extrema importância, uma vez que possibilita a construção de soluções com a participação direta de magistrados, diretores de secretaria e servidores. “A presença da Corregedoria representa o Tribunal próximo das Varas”, afirmou.

Ainda de acordo com a corregedora, este novo modelo é um facilitador, “é um formato encontrado pela equipe da Corregedoria para que possa continuar atuante mesmo durante o período de distanciamento”.

Plano de retorno

A mudança para o novo sistema de correições acontece ao mesmo tempo em que outras atividades do Tribunal, como as audiências, começam a funcionar de forma semipresencial. Saiba mais sobre as novas regras de funcionamento do TRT-PR AQUI.

Texto: Angelica Betencourt
Assessoria de Comunicação do TRT-PR
(41) 3310-7313

Comentários