PROTEJA QUEM NÃO TEM COMO DEFENDER-SE!


Creio sem qualquer sombra de dúvida que um feto é uma vida humana merecedora de proteção legal, e que o direito à vida é a base de qualquer sociedade moral. 

A questão do aborto forjou minha crença de que a lei e a moralidade devem se cruzar para proteger os mais vulneráveis entre nós. 

E se há alguma função para o estado, esta deveria ser a proteção dos direitos naturais dos indivíduos!

Comentários