PADRES, PASTORES , LÍDERES ESPIRITUAIS- PAREM DE POLÍTICA PARTIDÁRIA E CUIDEM DO POVO DE DEUS! TSE PARTE PARA CIMA

 


TSE retomou há pouco debate sobre tese que vai nortear julgamentos sobre abuso de poder religioso a partir das Eleições 2020. Discussão se dá na análise de um caso de Luziânia (GO) que trata do tema

O Ministério Público Eleitoral defende de forma reiterada, em manifestações ao TSE, a necessidade de combater todo tipo de abuso de poder capaz de desequilibrar a disputa eleitoral, seja econômico, político ou de natureza religiosa .

Para o MP Eleitoral, embora as liberdades de expressão e crença sejam garantias constitucionais, tem sido frequente a constatação de comportamento abusivo por parte de líderes religiosos para influenciar os fiéis a votarem em candidatos ligados a seus segmentos .

Concordo em gênero, numero e grau!

Afinal Jesus Cristo é universalmente adorado por todos que queiram! Quando um líder religioso, seja bispo, padre, pastor ou papa, tomam posição – eles estão sendo partidários, ou seja, tomando uma “parte” da opinião ou posição! Então logo , deixam de ser cristãos!

Sou contra padres e pastores que a priori,  lideres espirituais, do Todo Poderoso “ saírem do do Todo e representarem uma parte que é um partido!

Parabéns ao TSE:  E que os lideres espirituais , atenham-se em confortar e motivar o “povo de Deus”! Parem de envolver-se com Politica partidária e políticos! #VERGONHOSO


Comentários