Deputados exigem extensão do programa Comida Boa no Paraná


O Governo do Paraná estuda a possibilidade de tornar permanente o auxílio mensal de 50 reais do cartão Comida Boa para as famílias cadastradas. A afirmação do secretário estadual de agricultura, Norberto Ortigara, foi feita durante uma reunião virtual da Frente Parlamentar do Coronavírus da Assembleia Legislativa.

Segundo o presidente da Frente Parlamentar, deputado estadual Michele Caputo Neto (PSDB), a extensão do benefício é a garantia de comida segura para as famílias em situação de vulnerabilidade social no Estado:

Em todo o estado, 794 mil famílias receberam o voucher criado pelo governo como um auxílio extra durante o período da crise do coronavírus. No último dia 18 de julho, o governo depositou a terceira e última parcela do benefício. O valor é para ser usado exclusivamente na compra de alimentos da cesta básica em estabelecimentos cadastrados pelo governo do Paraná.

Os beneficiários são as pessoas do Cadastro Único e atende os requisitos estabelecidos no decreto que regulamentou o programa. Também foram contemplados trabalhadores autônomos e microempreendedores individuais que tiveram a renda afetada pela pandemia. Só na capital paranaense foram distribuídos mais de 65 mil vouchers.

Comentários