quarta-feira, 1 de abril de 2020

Coronavírus deixa Páscoa mais amarga para comércio de ovos de chocolate

A Páscoa deste ano que prometia ser de muito lucro aos empresários do setor de chocolates e confeitos para a data, pode se tornar em prejuízo por conta do novo coronavírus . Com a economia reagindo, os comerciantes acreditavam que essa seria a melhor Páscoa dos últimos dez anos com uma previsão de crescimento entre 10 a 15% nas vendas de chocolates.


Para atender a toda essa demanda, alguns investiram em mais mercadorias, reformas nos estabelecimentos e contratação de mais funcionários. Mas, com o comércio fechado, agora o empresário se prepara para uma perda que pode chegar a até 40%. Funcionários foram dispensados e os comerciantes tiveram que se reinventar para não amargar prejuízos ainda maiores. Muitos apostaram na divulgação dos produtos pelas redes sociais e também no sistema delivery, com a entrega das mercadorias em domicílio.
Com a crise causada em vários setores por causa da pandemia atual e com o isolamento social,  empresários de diversos setores tem apostado no atendimento delivery. Só nas últimas semanas esse tipo de serviço teve um crescimento de mais de 30%.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA