sexta-feira, 13 de março de 2020

ESPETÁCULO PAIXÃO DE CRISTO DEVE MOVIMENTAR A CIDADE E REGIÃO


No dia 5 de abril, Domingo de Ramos, a Praça da Fé, em Guarapuava sediará pela 18ª vez o espetáculo “A Paixão de Cristo”. Um dos eventos mais esperados do ano, a peça teatral que representa a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo atrai milhares de pessoas da cidade e região, desde sua primeira edição, em 2002.
O evento, promovido pela diocese de Guarapuava, é considerado de grande magnitude e já se tornou tradicional na cidade.

Como em 2019, o espetáculo religioso será realizado no Domingo de Ramos.
 Em edições anteriores, a encenação da peça era promovida na Sexta-Feira Santa,agora com objetivo de levar todas as pessoas a refletirem sobre o verdadeiro sentido da Semana Santa, optou-se por apresentar a Paixão de Cristo no Domingo de Ramos, período  que tem início a preparação da Páscoa  conforme a Liturgia.
Com base na Campanha da Fraternidade 2020, que aborda o tema “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34), o espetáculo A Paixão de Cristo busca conscientizar, à luz da Palavra de Deus, para o sentido da vida como dom e compromisso, que se traduz em relações de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, casa comum.
Este ano, a coordenação do espetáculo é do pároco da Catedral Nossa Senhora de Belém, padre Jean Patrik Soares  que está  motivado para  esta tarefa de evangelização e compromisso cristão.
O diretor da peça  Pedro Schinemann,  enfocou que  os preparativos , ensaios começaram ainda em janeiro deste ano. Segundo ele   o espetáculo fala sobre  depressão, um mal que assola muitas famílias no mundo inteiro.
“A Paixão de Cristo de 2020 vem com temas específicos para mexer com o espectador. Tanto em Guarapuava, como nas demais regiões do País, a depressão é uma triste realidade que causa sofrimento a muitas famílias. Notamos que o jovem é muito afetado por este problema. Levando em conta essa temática, por meio da mensagem de doação de Jesus, vamos mostrar uma das formas de ajuda para essa doença”, pontuou o diretor.
O preconceito, sob todas as formas, também será um assunto em debate na peça. “Vamos trazer à tona os preconceitos para com o negro, o branco, homens, mulheres, ricos e pobres. Quem for assistir ao espetáculo pode esperar novas mensagens de Jesus Cristo para os dias atuais, que deu e continua oferecendo sua vida por nós”, detalhou Pedro.
Os ensaios, que ocorrem nas paróquias do Decanato Centro em horários diferenciados, contam com a participação de diversos setores da Igreja, como grupo de jovens e integrantes dos grupos da terceira idade, por exemplo.
ELENCO
Mais de duzentas pessoas trabalharão como atores, no desempenho de diversos papéis para contar a história de Jesus Cristo, nos momentos que antecedem sua morte na cruz. A presença de cada um no palco, conforme destacam os organizadores, é de extrema importância, pois através da soma dos trabalhos é que os resultados surgirão e se mostrarão à forma de beleza e fé aos espectadores.
O texto do espetáculo foi dividido em seis núcleos. Cada núcleo, segundo a coordenação, conta com dois diretores que farão os ensaios separadamente para depois juntarem as cenas em ensaios gerais. Cada paróquia participante ficará encarregada de cenas específicas.
Para abrigar o evento, será montado um palco com mais de quinhentos metros quadrados. A produção e captação de recursos para a peça é de responsabilidade da Ação Evangelizadora da diocese de Guarapuava, com a coordenação do padre Sebastião José Gulart.
Quem tiver interesse em participar do elenco do espetáculo, pode entrar em contato com a organização, pelo telefone com WhatsApp, número 42 9 9912 9498.
Informações : DIOPUAVA - FUNDAÇÃO NOSSA SENHORA DE BELÉM 

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA