segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Francischini pisa na bola em Brasília



O que é isso, jovem Francischini? Você ia tão bem, se despontando com “novo” na Câmara Federal eleito presidente da CCJ – Câmara de Constituição de Justiça e agora não pode pisar na bola. Seu pai, o delegado, não vai gostar. Segundo informações do Estadão, os  deputados federais do PSL Felipe Francischini e Aline Sleutjes gastam recursos públicos com a contratação de serviços de empresas fantasmas.
Eles estão entre os 20 dos 53 deputados do partido do presidente Jair Bolsonaro, eleitos com o discurso de renovação da política, que apresentaram à Câmara pedido de ressarcimento de R$ 730 mil por serviços prestados por firmas que não existem nos endereços informados nas notas fiscais.
Francischini, de acordo com levantamento feito pelo jornal, contratou por R$ 45 mil a Look Estratégias e Marketing. No endereço dela, em Brasília, há uma placa de aluga-se.
Mais informações e matéria completa no PARANÁ PORTAL

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA