terça-feira, 17 de setembro de 2019

"CAD e Foz Cataratas' são suspensos da Federação Paranaense





CAD e Foz Cataratas e, receberam uma punição severa! Os clubes foram suspensos por três anos das competições desenvolvidas pela Federação Parananense de Futebol de Salão (FPFS) e ainda terão de pagar uma multa de R$ 10 mil.

O motivo para a sentença é a participação dos clubes na Liga Futsal Paraná, competição recém criada, não administrada pela Federação e que conta com 17 filiados.
A punição saiu foi emitida ontem (16), depois dos clubes realizarem a partida de abertura do novo campeonato, na quinta-feira (12). 
A FPFS argumenta que só ela tem autoridade para organizar competições de futsal no estado. Antes da Liga ter início, a entidade chegou a emitir um comunicado aos clubes, informando das consquências que eles poderiam sofrer caso jogassem a competição. 
Ontem (16), Cascavel e Siqueira Campos disputaram a segunda partida da Liga, que terminou com o placar de 5x4 à favor da Serpente. Nos bastidores, corre a informação que a mesma punição proferida para Foz e CAD deve chegar ainda hoje (17) para os outros dois clubes.
O que diz o CAD
Em nota publicada pela manhã, o clube guarapuavano disse que recebeu na segunda-feira a informação da punição, e que não pagará a multa em 48 horas - prazo exigido pela FPFS.  Leia um trecho da nota:
"O motivo da participação do CAD na nova Liga Paraná é de 'briga' antiga do projeto e conhecimento da Federação há anos, entrando na nova Liga Paraná, o CAD deu um grande passo para voltar figurar entre os grandes do estado, visto que dentre as 17 equipes registradas, estão participando os seis times de Liga Nacional, bem como grandes campeões do estado (CAD e São Miguel), além de equipes de glória em ascensão no estado. 2° Ponto – Levantamos alguns principais motivos que era de conhecimento antigo da federação e foram cruciais para surgimento da Liga. 1) Gestão Participativa com Transparência (não é de nosso conhecimento prestação de contas do dinheiro arrecadado) - 2) calendário adequado a clubes e atletas (com competição de calendário cheio principalmente para clubes que não disputam a liga nacional) - 3) Buscar parcerias para gerar receitas para que os campeonatos sejam mais atrativos para o público e atletas e principalmente clubes que no caso do CAD é sem fim lucrativo. - 5) Maior investimentos na formação de atletas (categorias de base) - 6) Premiação (que hoje é só troféu e medalha e valorizações de atletas árbitros e dirigentes -7) Credibilidade tanto das equipes como membros da diretoria, pois onde fomos tivemos empresas de portas abertas".
"Gostaríamos de lembrar resumidamente ainda em resposta oficial, que no ano de 2018, primeiro ano desta gestão do CAD a federação sabia do interesse dos clubes em criar um novo campeonato e para 'apaziguar' as arestas, os clubes receberam a promessa que uma empresa disponibilizaria R$ 35.000,00 no ano para auxiliar nas despesas federativas, em troca exigiu vários espaços de publicidade, transmissões ao vivo por canal do clube entre outras exigências, TUDO CUMPRIDO RIGOROSAMENTE PELO CAD, verbas essas que o CAD não recebeu nenhum centavo até hoje 17/09/2019".
Ainda na nota, o CAD diz que a sanção prejudica o esporte de modo geral. Segundo o clube, ele e nenhum outro membro da Liga Paraná anunciou rompimento com a FPFS.  "Estes atos devem parar os campeonatos já que temos clubes da liga disputando a Chave Ouro, Prata e Bronze e o principal prejudicado não é a Fedaração e sim os clubes, trabalhadores e principalemnte torcedores".
O CAD garantiu que está amparado juridicamente por uma comissão da própria Liga Paraná e que, em breve, esta deverá se pronunciar em nome de todos os clubes. 
Detalhes do foz e as publicações oficiais referentes a suspensão na matéria do site CORREIO DO POVO 

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA