terça-feira, 8 de janeiro de 2019

SANTA TEREZA : CRISE NA ORTOPEDIA? O PROBLEMA É BEM MAIOR



     "Tem vereador querendo faturar "engajamento" com crise hospitalar?"
Devido a problemas financeiros e principalmente falta de pagamentos de salários, médicos ortopedistas que prestam serviço no hospital Santa Tereza deixaram de fazer o atendimento aos pacientes na última semana.
O hospital é o único da região credenciado em ortopedia de alta complexidade.
O problema vai além da ortopedia, uma grande crise financeira do Hospital Santa Tereza envolvendo todo o corpo clínico da instituição vem se desenrolando desde   2018.
  A Crise  Iniciou em abril, quando médicos sinalizaram a possibilidade de realizarem um desligamento em massa do HST caso a folha de pagamento não fosse regularizada. Na época, uma solução paliativa foi apresentada, porém, menos de dois meses depois, o problema voltou a pauta pública, quando médicos começaram a se desligar da instituição. Inicialmente, a dívida total era de R$ 1,6 milhão. O que Guarapuava que já teve seis hospitais não pode é ficar à mercê da possibilidade de fechamento de ala por ala de um dos dois hospitais que restaram na cidade!
Qual o real problema?
O que é necessário?
Quais os valores e como viabiliza-los, fazendo com que cheguem ao setor necessário?
Algumas perguntas levantadas  precisam de resposta e luta mais ampla dos deputados: Cristina Silvestri a mais votada em Guarapuava e Artagão Junior, que não conseguiu tantos votos na cidade, porém estaria mais próximo do governo de Ratinho, do que Cristina! Lembrando ambos eram Cida na campanha, porém o povo não deve ficar com a fatura da opção eleitoral da Deputada e Deputado!
 O pior mesmo sabendo que somente o estado e união podem resolver o problema, tem vereador querendo “faturar” engajamento com a crise hospitalar que afeta muita gente!
É preciso alinhar luta conjunta, entre os políticos da cidade!
O Lobo Noticias, está aberto a ambos!
.


ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA