quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Bolsonaro passa a receber alimentação líquida pela boca, informa hospital


Internado na Unidade de Terapia Semi-Intensiva do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) começou nesta quarta-feira (19) a receber "alimentação líquida" pela boca e teve "boa tolerância". A informação consta de boletim médico divulgado nesta tarde.
Segundo o comunicado, Bolsonaro permanece com boa evolução clínica e segue com nutrição parenteral (pela veia), sem febre ou qualquer sinal de infecção e realizando exercícios respiratórios e caminhadas. O boletim foi assinado pelo cirurgião Antônio Luiz Macedo, pelo clínico e cardiologista Leandro Echenique e pelo diretor superintendente do Einstein, Miguel Cendoroglo.
Na terça-feira (11) da semana passada, o deputado chegou a retirar a sonda
nasogástrica que usava, tomou um suco e comeu um pedaço de pão --sua primeira e única refeição sólida desde o dia da facada. No dia seguinte, ele teve que ser submetido a uma cirurgia de emergência por conta de uma obstrução no intestino. 
Apesar de a equipe médica ainda não ter divulgado qualquer
previsão de alta do presidenciável, internado desde que levou uma facada há 13 dias, familiares e aliados já começaram a planejar os passos do deputado federal para quando ele deixar o hospital.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA