terça-feira, 5 de junho de 2018

GUARAPUAVA: APÓS POLÊMICA DO CARTEL INICIADA COM MATÉRIAS NO LOBO NOTICIAS - MP VAI INVESTIGAR PREÇOS ABUSIVOS NO COMBÚSTIVEL NA CIDADE


O Ministério Publico do Paraná em Guarapuava vai investigar se os preços dos combustíveis comercializados pelos postos da cidade
correspondem efetivamente aos reajustes repassados pelas distribuidoras. O procedimento foi instaurado ontem  segunda-feira, 4 de junho, pela 8ª Promotoria de Justiça do município, em decorrência da baixa oferta de combustível em Guarapuava, ainda como reflexo da greve dos caminhoneiros ocorrida entre os dias 21 e 30 de maio. O objetivo é impedir a ocorrência de reajustes abusivos.
Para a apuração, a Promotoria de Justiça confrontará a média do preço por litro calculado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) com os valores cobrados pelos postos na cidade.
Para alcançar maior precisão nos valores calculados pelo órgão nacional, o MPPR orienta que os consumidores solicitem aos estabelecimentos a emissão de nota fiscal que discrimine o valor total pago, a quantidade de combustível adquirida e o preço cobrado por litro. A recusa no fornecimento do documento fiscal deve ser comunicada imediatamente à autoridade policial para a adoção das providências cabíveis.
A Promotoria de Justiça esclarece que casos pontuais de aumentos abusivos de preços observados pelos consumidores em postos da cidade podem ser denunciados ao Procon, na página eletrônica do órgão.
O durante a noite a polemica continuou na Câmara Municipal da cidade, daqui a a instantes mais informações!

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA