segunda-feira, 14 de maio de 2018

Mengão tropeça, Timão e Galo encostam na liderança do Brasileiro


A briga pela liderança do Brasileirão ficou mais quente com os jogos da quinta rodada. Oito partidas no fim de semana acirraram a disputa pela parte de cima da tabela com três times com a mesma quantidade de pontos.

Em Itaquera, o Corinthians foi cirúrgico no clássico contra o Palmeiras. No primeiro reencontro entre as duas equipes depois da polêmica final do campeonato Paulista, quem desequilibrou e decidiu o jogo foi o jovem Pedrinho. Em um contra-ataque fulminante, o jogador corinthiano de 20 anos driblou dois jogadores e iniciou a jogada que terminou com gol de Rodriguinho, aos 37 minutos da etapa inicial. O jogo seguiu equilibrado no segundo tempo, com boas chances para os dois lados, mas sem alteração no placar. Final, Corinthians um, Palmeiras zero. O resultado colocou o Timão na segunda posição com dez pontos, empatado com o Flamengo.

Falando no Mengão, a equipe carioca escorregou no compromisso da rodada. A partida marcou a volta do atacante Paolo Guerrero como titular, depois de quase seis meses afastado por conta da punição no caso de doping.

Jogando contra a Chapecoense, em um jogo movimentado, mas sem muito brilho técnico, o time Rubro-Negro viu a Chape sair na frente aos 22 minutos do primeiro tempo com Canteros. Após a volta do intervalo, Guerrero empatou para o Mengão. Guilherme aos 23 do segundo tempo voltou a colocar o time da casa na frente em cobrança de pênalti, em marcação duvidosa da arbitragem. Pouco mais de 10 minutos depois, Vinícius Júnior saiu do banco e apareceu para igualar tudo de novo. Mas a vitória ficou mesmo com a Chapecoense. No apagar das luzes, aos 45, Leandro Pereira sacramentou a vitória, em falha de César. Chapecoense três, Flamengo dois. O Flamengo ainda é líder nos critérios de desempate.


Quem também entrou na briga foi o Atlético Mineiro, que conseguiu bater o xará Paranaense na Arena da Baixada. Bremer e Roger Guedes marcaram para a equipe mineira, Pablo descontou para os donos da casa. Com os três pontos conquistados a equipe do Galo chegou aos mesmo dez pontos de Flamengo e Corinthians, mas aparece em terceiro na tabela.
No outro clássico da rodada, decepção. Com um Grêmio ofensivo e um Internacional retrancado, o clássico gaúcho não foi nem de perto o que se esperava. Apesar do ataque contra defesa, o jogo não saiu do zero a zero.


Quem voltou a vencer foi o Santos, que na Vila Belmiro bateu o lanterna Paraná por três a um. Gabigol marcou duas vezes, o jovem Rodrygo fez mais um e sacramentou a vitória do Peixe. Silvinho fez para a equipe visitante.


Tempos sombrios na colina histórica. Jogando em casa, o Vasco perdeu mais uma para o Vitória por três a dois. No embate entre Tricolores, tudo igual. Bahia e São Paulo ficaram no dois a dois na Arena Fonte Nova.


Jogando no Mineirão, o Cruzeiro conseguiu engatar a segunda vitória seguida, depois de bater o Sport por dois a zero.
Nesta segunda feira (13), duas partidas fecham a quinta rodada, e tem clássico para esquentar o começo da semana. No Engenhão, o Botafogo recebe o Fluminense, enquanto o Ceará joga em casa contra o América Mineiro. A bola rola a partir das oito da noite, horário de Brasília.


ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA