quarta-feira, 16 de maio de 2018

GUARAPUAVA: GREVE AFETA POSTOS DE SAÚDE, ESCOLAS E ATENDIMENTOS NA PREFEITURA

FOTO ASSEMBLEIA - FONTE SINDICATO DOS SERVIDORES

Mesmo com pressão da prefeitura que através de nota oficial, ameaça  descontar os dias parados dos servidores em greve, a rede escolas, postos de saúde e outros serviços está funcionando parcialmente na cidade. Segundo o sindicato várias denuncias de pressão e ligações de diretores de escolas a professores o que configuraria assédio moral aos servidores que exercem o direito lega a paralisação.
Ainda não há números sobre o percentual de adesão ao movimento.  a maioria das Unidades Básicas de Saúde abriu,porem  com poucos servidores  e o atendimento está sendo  parcial. Nas escolas o impacto principal é no setor de zeladoria e cozinha. As escolas  Capitão Wagner,  Vila Bela, é a única que não tem aulas, já que os professores aderiram ao movimento, afirma  o Sisppmug.

Na Unidade Básica de Saúde do Boqueirão (no Tancredo Neves) não há atendimento médico nem vacinação. Na Vila Bela também não foi realizado atendimento médico. Foram mantidos serviços agendados de preventivo.
Serviços de urgência e emergência como Samu, UPA e urgências Pérola do Oeste e Primavera mantém atendimento.  No Samu, mesmo com  adesão a greve os serviços são mantidos.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA