terça-feira, 22 de maio de 2018

EM AFRONTA AOS CAMINHONEIROS PRESIDENTE DA PETROBRAS DIZ QUE PREÇOS VÃO CONTINUAR AUMENTANDO

O governo não considera, "em hipótese nenhuma", pedir uma
mudança na política de preços de combustíveis

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, afirmou hoje  terça-feira (22) que foi informado pela equipe econômica que o governo não considera, "em hipótese nenhuma", pedir uma mudança na política de preços de combustíveis da estatal.
Parente falou após reunião com os ministros da Fazenda, Eduardo Guardia, de Minas e Energia, Moreira Franco, e o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. 
A Petrobras anunciou que, hoje  terça-feira (22), a gasolina subirá de novo doa a quem doer  0,9%, para R$ 2,0687 o litro, e o diesel, 0,97%, para R$ 2,3716 . Em maio, o preço da gasolina subiu 16,07%.

​"Queriam informações sobre dinâmica do mercado, sobre como o governo poderia considerar eventuais medidas, a serem discutidas posteriormente, mas não no âmbito da Petrobras", disse o executivo. "É reconhecido que a política de preços da Petrobras é um ciclo de reconhecimento do mercado internacional e do câmbio".
Questionado sobre uma possível redução de tributos sobre combustíveis, o presidente da Petrobras afirmou que não comentaria o assunto.
"O governo não entra nos assuntos da Petrobras, a Petrobras não comenta assuntos do governo."

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA