quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Por dia, 25 motoristas têm a CNH cassada no Paraná


Em média, 25 motoristas paranaenses tiveram a Carteira Nacional de Habilitação cassada em 2017.  Os dados são do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) que registrou oito mil, trezentas e noventa e três (8.393) cassações, ao longo do ano. Segundo o levantamento, por dia, mais de duzentos e trinta e sete condutores tiveram a habilitação suspensa no estado, somando setenta e sete mil, cento e setenta e nove suspensões. De acordo com Erick  Costa, chefe da Divisão de Penalidades da CNH do Detran-PR, em um ano os casos de carteira suspensa caíram quase 9%. No entanto, o número de cassações dobrou, em comparação a 2016.

A suspensão do direito de dirigir é aplicada quando o motorista soma vinte pontos em infrações de trânsito no período de doze meses. Para recuperar a CNH, o motorista precisa fazer o curso de reciclagem e cumprir a penalidade estabelecida pelo Código de Trânsito Brasileiro.

A cassação do documento de habilitação ocorre, principalmente, quando o condutor é flagrado conduzindo um veículo com a CNH suspensa. A penalidade tem o prazo de dois anos. Após esse período, o infrator deve refazer rodos os exames necessários e realizar o curso de reciclagem.
No Paraná os principais motivos de habilitações suspensas foram: excesso de velocidade, estacionamento irregular, avanço do sinal vermelho; e o não uso do cinto de segurança.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA