terça-feira, 25 de junho de 2013

Dilma se arrepende e volta atrás

Nesta terça-feira (25), a presidente Dilma Roussef deu os primeiros sinais de arrependimento sobre as 

medidas que anunciou ontem, em Brasília. 

Segundo a OAB, Dilma voltou atrás e decidiu não convocar plebiscito sobre Constituinte para reforma política.

'Levamos à presidente da República o risco institucional', afirma presidente da Ordem, Marcos Vinícios 

Furtado Coêlho.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA