terça-feira, 27 de novembro de 2012

REQUIÃO QUER O COMANDO DO PMDB - SENADOR PRETENDE VOLTAR AO GOVERNO?


“Quando um partido perde a sua identidade, perde também  credibilidade”. 




O PMDB de hoje não este tão pé vermeio como outrora, alias no Paraná o partido que tem como figura maior o vice-presidente da república Michel temer, está mais azul que nunca,  pois deputados estaduais do partido que a priori sempre é poder,  aderiu na maioria  ao governo  Beto Richa. Vale lembrar que o partido foi oposição nas eleições. Segundo o senador e ex-governador Roberto Requião o partido perdeu sua identidade credibilidade  no Paraná. “  A adesão da bancada dos deputados estaduais ao governo de Beto Richa  faz com que o partido perca sua identidade. E quando um partido perde a sua identidade, perde também credibilidade”.
 Falou sem meias  palavras o senador que está criando uma chapa para voltar ao comando do PMDB Paraná:
 Com o slogan:  história, honradez e dignidade” Requião busca ser o   presidente  do partido nas eleições que acontecem   15 de Dezembro .
“Eu pedi apoio do PMDB para ser deputado estadual, consegui o apoio e me elegi. Pedi apoio para ser prefeito de Curitiba e o resultado foi positivo. Por três vezes pedi o apoio do partido e da população para ser o governador do Paraná. Por duas vezes pedi apoio para ser senador e o resultado foi também excepcional. Agora me dirijo aos companheiros pedindo apoio para disputar a presidência do diretório regional”, disse.
Segundo Requião, agora a disputa é diferente, já que o pedido de apoio é para devolver o partido à militância, aos velhos ideais, à visão programática e à identidade. No entanto, a missão tem sido criticada.
“Outro dia o deputado Nereu Moura me disse uma série de impropérios e desaforos”, relatou. “O PMDB, em mãos erradas, caminha para o suicídio”, alertou.
O deputado estadual Anibelli Neto está percorrendo o Estado pedindo votos para Requião como “um soldado”. Para ele, o senador precisa assumir a direção do partido para que o PMDB seja uma alternativa nas próximas eleições. “Eu tenho lado, tenho oposição, tenho postura. Por isso estou com Requião mais uma vez”, afirmou.
Lobo Noticias com informações da Assessoria Requião

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA