terça-feira, 27 de novembro de 2012

Motoristas criam fórum estadual e fazem pré –lançamento em campanha de prevenção a uso de drogas na estrada


       Na Foto:  Sindicalista Jose Severino , Tigrao, Deputado Federal Zeca Dirceu - PT - Apoio total ao Fórum 


Foi criado, na manhã de ontem  segunda-feira (26), em Curitiba, o fórum estadual rodoviário de cargas. Agora, a categoria irá  realizar um trabalho de maior organização no Estado do Paraná, pois já existe a bancada federal  de apoio em Brasília  e a partir do fórum realizado, oficialmente    conta com uma bancada estadual que ratificou durante o fórum,  apoio aos profissionais da estrada na Assembléia Legislativa.
A ideia  agora é  envolver os motoristas, cooperativas, associações e motoristas autônomos para apresentar uma melhor organização do setor de transporte e valorizar a vida do caminhoneiro.

TIGRÃO E SECRETÁRIOS ESTADUAIS - DO PR
Neori Tigrão Leobet, (foto) presidente da Federação Paranaense dos Transportadores Autônomos e também coordenador do Movimento União Brasil Caminhoneiro no Paraná, foi eleito presidente do fórum estadual.
Além da formação do fórum estadual, houve o lançamento da pré-campanha “Paz na estrada. Mais vida, menos droga”.
Segundo Leobet, uma vez criado o fórum nacional, o objetivo agora será afinar o trabalho junto com as assembleias dos estados. “O que precisava era acesso dos caminhoneiros aos políticos”, disse ele que garante que esse trabalho é resultado da paralisação realizada há alguns meses. “A paralisação foi a maior conquista da categoria dos últimos 50 anos”.

Hoje, conforme o presidente do fórum paranaense, mais de 80 deputados são apoiadores das iniciativas da categoria, a exemplo de deputado Zeca Dirceu,  que fez questão de representar os deputados que apoiam os profissionais da estrada na Câmara Federal . A categoria aguarda uma reunião dos deputados, mas a previsão é que os trabalhos, realmente, iniciem em março. Contudo, alguns projetos estão em andamento em Brasília.

Na avaliação de Leobet o evento estava bem representado, com lideranças de todo o estado e agora o fórum está aberto. As pessoas que tiverem idéias ou projetos podem dialogar com o conselho.


José Severino Provasi, presidente do SINDITAC de Campo Mourão
Segundo  José Severino Provasi, presidente do SINDITAC de Campo Mourão a  categoria, conseguiu avanços  desde o início das reivindicações, Segundo o mesmo,  os motoristas conseguiram algumas vitórias como a medida provisória 582/12 que altera a Lei nº 12.546, de 14 de dezembro de 2011, quanto à contribuição previdenciária de empresas dos setores industriais e de serviços. A emenda permite depreciação de bens de capital para apuração do Imposto de Renda; institui o Regime Especial de Incentivo ao Desenvolvimento da Infraestrutura da Indústria de Fertilizantes; altera a Lei nº 12.598, de 22 de março de 2012, quanto à abrangência do Regime Especial Tributário para a Indústria de Defesa; altera a incidência da Contribuição para o PIS/PASEP e da COFINS na comercialização da laranja; reduz o Imposto de Renda devido pelo prestador autônomo de transporte de carga." Foram vitórias importantes para toda a categoria. Avanços que começaram a ser debatidos e defendidos aqui no Paraná. " Destaca. 


Hoje, no estado do Paraná são, aproximadamente, 100 mil caminhoneiros e destes, 60% a 65% devem ser atendidos pela nova emenda que de vigorar no início de 2013. 


Com emenda, por exemplo, se um motorista faturasse R$ 10 mil de frete, 60% era considerado despesa e 40% considerava-se como lucro e sobre esse valor o motorista deveria pagar 27,5% de imposto, ou seja, R$ 1.100,00. Com a mudança, o motorista que faturar, por exemplo, R$ 10 mil em frete, deverão pagar R$ 270,00. Antes o motorista pagava sobre 40% do que faturava, agora, com emenda provisória, ele vai pagar sobre 10% do faturamento.


ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA