terça-feira, 20 de novembro de 2012

GOVERNO FEDERAL PARA VARIAR CULPA ESTADOS E MUNICIPIOS POR AUMENTO DA VIOLÊNICA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER


A coordenadora-geral de Planejamento Estratégico em Segurança Pública, Programas e Projetos Especiais do Ministério da Justiça, Cátia Simone Emanuelli, declarou hoje que é preciso que os estados sejam cobrados pela persistência da violência contra a mulher. “Os estados devem ser pressionados para efetivarem ações, para considerarem este um tema importante”, explicou.
Para a coordenadora, falta uma institucionalização do combate à violência contra as mulheres. “O que existem são ações isoladas de profissionais conscientes, mas poucas unidades da federação têm ações concretas para esse fim”, acrescentou.
Cátia Emanuelli relatou também que todas as ações do ministério na área são realizadas em parcerias. Ela participou de audiência pública, encerrada há pouco, da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado sobre a violência contra a mulher no meio familiar.
COM INFORMAÇÕES   – Idhelene Macedo/Rádio Câmara

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA