terça-feira, 20 de novembro de 2012

Consciência Negra em Guarapuava ! Nem é feriado!!!!


"Em nossa cidade onde a Câmara Municipal, um dos poderes constituídos,  faz leis que são desrespeitadas pelo comércio,  o negócio é trabalhar!"


 “ Nem é feriado”!
 Você deve ter ouvido isso de muitas pessoas que gostariam de estar descansando ou participando de movimentos, eventos alusivos ao dia da Consciência negra.  Feriado em homenagem a Zumbi dos Palmares  comemorado no dia da assinatura da abolição da Escravatura.  Aqui em Guarapuava,  apesar de lei específica o dia  é apenas um  feriado facultativo,  ( como diz o povo : “Nem é feriado”!). De fato,  Hoje parece ser ponto  facultativo em Guarapuava  . 
Mas tem algumas coisas bem interessantes pra saber sobre o dia da consciência negra antes de falarmos da lambança com a data na cidade. 
O Palmares no nome de Zumbi, se refere ao local onde ele formou seu quilombo, uma espécie de reino, ou de república, como alguns consideram, que era auto-sustentável, e local de fuga para muitos escravos negros escapados das fazendas, prisões e senzalas. O reino chegou a alcançar quase o tamanho de Portugal, ficava no interior da antiga Bahia, hoje, estado do Alagoas, e a ter mais de 30 mil habitantes.
Outra coisa que nem todo mundo sabe é a dimensão que a raça negra tem no Brasil. Você sabia, por exemplo, que, em dados oficiais, o Brasil é a segundo maior população de afro descendentes, ficando atrás apenas da Nigéria? São cerca de 80 milhões de indivíduos que se declaram de “raça negra”. Mas você sabia também que o Brasil foi a segunda maior nação escravista dos últimos séculos? E que foi o último país a abolir a escravidão? O penúltimo país das Américas a abolir o tráfico negreiro? E que foi o maior importador de escravos da história moderna?
Não precisamos dizer que tudo isso gerou um efeito negativo sobre a imagem dos negros, que até hoje, mesmo depois da abolição da escravatura e da criação de leis contra o racismo, sofrem preconceito racial. Tudo por que a raça negra foi incorporada à nossa sociedade por meio da escravidão. E todas essas já citadas leis de proteção contra o preconceito racial, nada mais são, do que uma forma tardia de pagar o que a sociedade deve aos milhões de negros que sofreram nos anos da escravidão. Mas, diferente do que se pensa, nem todos são a favor dessa proteção. O feriado da consciência negra, por exemplo, sofre ataques de várias direções, seja de pessoas descontentes com o excesso de feriados, seja por meio de opiniões contrárias a valorização do negro na sociedade.
comercio funcionou normalmente hoje 
O Brasil e o mundo ainda têm muito chão para andar até extinguir de vez o racismo de sua cultura, dita “civilizada”. Vale pensar nisso durante este feriado. Que se fosse respeitado em Guarapuava como esta sendo em Londrina onde o comércio este todo fechado bem como em mais 500 cidades no país, os negros, brancos, pardos, amarelos enfim todas as raças que formam nossa Guarapuava, poderiam ter emendado um feriadão e comemorado de verdade.
Hoje, dia 20 de novembro de 2012, "não é um dia qualquer "!
  Mas em nossa cidade onde a Câmara Municipal, um dos poderes constituídos,  faz leis que são desrespeitadas pelo comércio,  o negócio é trabalhar ou então pagar o preço da falta caso  não compareça ao “trabalho”  neste  Feriado da Consciência Negra. Onde o povo trabalhador de todas as cores e raças e principalmente o negro foi pisado mais uma vez NA CIDADE !  Pode?
Alô vereadores e vereadoras da importante" GUARAPUAVA ",  vamos nos  impor. Criar e dar possibilidades desta importante  lei ser definitivamente guardada por todos, sem discriminação ou racismo  !
OU AGUENTAR OS CHAVÕES  DE QUE O FERIADO DA Câmara – “Nem é feriado...

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA