sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Quadrilhas especializadas em tráfico, homicídios, e corrupção de menores é alvo da PF


Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (24), a Operação Égide com objetivo de desarticular organizações criminosas voltadas para o tráfico de drogas, assaltos, homicídios e corrupção de menores.

Cerca de 100 Policiais Federais estão cumprindo 12 mandados de prisão preventiva, 02 de condução coercitiva e 20 mandados de busca e apreensão nas cidades de Cascavel, Londrina; Nova Aurora, Foz do Iguaçu e Ubiratã, todas no Paraná.
As investigações ao longo dos últimos quatro meses demonstraram que os suspeitos buscavam a hegemonia para a prática de crimes e tráfico de drogas na cidade de Ubiratã/PR e que com uso de celulares e auxílio de menores, realizavam o tráfico dentro do presídio de Foz do Iguaçu.
 
Para a prática do crime de tráfico de drogas pela organização, a Polícia Federal constatou pelo menos 10 fatos criminosos que levaram à prisão em flagrante de alguns dos suspeitos, entre eles integrar organização criminosa, homicídio, tentativa de homicídio, latrocínio, corrupção de menores e porte ilegal de arma. Nesta manhã estão sendo cumpridas novas prisões.
Os presos serão conduzidos à Delegacia de Polícia Federal em Cascavel, no Oeste do Paraná. Alguns deles responderão pelos crimes citados acima e poderão ter penas que somadas podem ultrapassar os 30 anos. O nome da operação tem origem no significado da palavra que é proteção, escudo, defesa, a fim de representar a proteção da polícia para a sociedade.

Discriminação dos mandados

Cascavel – 1 mandado de busca e apreensão
Londrina – 1 mandado de busca e apreensão
Foz do Iguaçu – 1 mandado de busca e apreensão
Nova Aurora – 2 mandado de busca e apreensão
Ubiratã – 15 mandado de busca e apreensão
Ubiratã – 12 mandados de prisão preventiva
Ubiratã – 2 mandados de condução coercitiva

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA