quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Câmara conclui votação sobre financiamento e voto impresso deve valer para 2018


A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (4) o fundo de financiamento eleitoral para as eleições de 2018, previsto em R$ 1,7 bilhão de reais. O fundo contará com 30% dos recursos separados para as emendas de bancada, com valores equivalentes ao gasto com propaganda partidária em 2017 e em 2016.
 
Outro assunto polémico da noite, a análise sobre o voto impresso para as eleições de 2018, teve muita discussão, mas acabou sob um acordo. O Plenário da Câmara retirou do texto do Projeto de Lei do deputado Vicente Candido (PT-SP), o trecho ­­que determinava a implantação do voto impresso para 2022 e não mais para 2018. Agora fica quase impossível a reversão da medida, já que a partir do sete de outubro, a legislação eleitoral não pode ser mudada.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA