quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Votação na Câmara rejeita proposta de implantação do “distritão”


A bancada federal do Paraná ficou dividida ao meio, ontem à noite, na votação na Câmara que rejeitou a proposta de implantação do “distritão”. Dos 30 parlamentares paranaenses, 24 votaram na sessão de ontem, sendo 12 a favor e 12 contrários ao novo modelo. A proposta rejeitada previa a eleição majoritária de deputados – federais, estaduais e distritais – em 2018, e de vereadores em 2020, atualmente eleitos pelo sistema proporcional.
A proposta também previa que a partir de 2022, os deputados seriam eleitos pelo sistema distrital mistoPor esse modelo misto, metade das vagas é destinada aos mais votados nos distritos; e a outra metade, preenchida de acordo com a votação dos partidos, em lista preordenada.

Pelo modelo do “distritão”, estado e município se torna um distrito eleitoral e funciona para a escolha de deputados federais, estaduais, distrital e vereadores. Assim, são eleitos os candidatos mais votados no distrito, como acontece hoje na eleição dos senadores. Não são levados em conta os votos para partidos e coligações.
O modelo divide opiniões. Quem defende o “distritão” argumenta que é simples de ser compreendido pelo eleitor, reduziria o número de candidatos e acabaria com a figura dos chamados puxadores de votos – aqueles que recebem muitos votos e elevam o quociente partidário permitindo a eleição de candidatos menos votados. Os contrários alegam que o modelo favorece os candidatos mais conhecidos do eleitorado e dificulta a eleição de novos candidatos no cenário político, além de enfraquecer o papel dos partidos.
No sistema atual, o proporcional, as cadeiras de deputados federais, estaduais e vereadores são divididas de acordo com o quociente eleitoral, que determina quantas vagas cada partido tem direito.
No total, foram apenas 205 votos a favor e 238 contra. Por se tratar de uma emenda à Constituição, era preciso o apoio de pelo menos 308 dos 513 parlamentares.
Veja abaixo como votaram os deputados paranaenses:
 A FAVOR
Alex Canziani (PTB)
Dilceu Sperafico (PP)
Edmar Arruda (PSB)
Hermes Parcianelli (PMDB)
João Arruda (PMDB)
Nelson Meurer (PP)
Osmar Bertoldi (DEM)
Osmar Serraglio (PMDB)
Sandro Alex (PSD)
Sérgio Souza (PMDB)
Hidekasu Takayama (PSC)
Toninho Wandscheer (Pros)
 CONTRA
Alfredo Kaefer (PSL)
Aliel Machado (Rede)
Assis do Couto (PDT)
Christiane Yared (PR)
Fernando Francischini (SD)
Diego Garcia (PHS)
Enio Verri (PT)
Leandre (PV)
Luciano Ducci (PSB)
Luiz Nishimori (PR)
Nelson Padovani (PSDB)
Zeca Dirceu (PT)
AUSENTES
Evandro Roman (PSD)
Fernando Giacobo (PR)
Leopoldo Meyer (PSB)
Luiz Carlos Hauly (PSDB)
Reinhold Stephanes (PSD)
Rubens Bueno (PPS)

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA