sábado, 23 de setembro de 2017

MÃE MATA RECÉM NASCIDO COM TESOURA



Andreza Cristina Porto Patrício,   ontem  sexta-feira (22),  apontada como autora de um crime de infanticídio. 
A mulher, de 23 anos, era a mãe biológica de um bebê recém-nascido que foi encontrado morto com um grave ferimento na cabeça e no tórax, dentro de uma caixa de papelão, em uma estrada rural próxima a PR-092, em Andirá, na quinta-feira (21).

O corpo – já em estado de decomposição – foi encontrado por um homem que passava pelo local e sentiu o forte odor exalado.O bebê estava no interior de uma sacola, dentro de uma bolsa.
Foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Jacarezinho.
Andreza foi presa pela PM, não reagiu e confessou o infanticídio e a ocultação de cadáver.Ela tem relatou que simplesmente não queria a criança, que nasceu em torno das 2h30m da madrugada, e foi colocada numa sacola após o assassinato.
Friamente, a mãe dormiu, esperou amanhecer e jogou o corpo num mato. A moça possui uma filha, não tem marido e trabalhava no comércio da cidade .
A investigação, diligências e prisão foram feitas pelo P2 de Cambará.
O bebê era um menino. O corpo foi encontrado por um homem que passava pelo local e sentiu um forte odor. Além da caixa, o bebê estava enrolado em uma sacola e em uma bolsa.
Para a polícia, Andreza confessou ter matado a criança. Ela teria usado uma tesoura no crime. A mulher, que já é mãe de uma menina, é solteira e trabalha no comércio de Andirá.
Foto: Colaboração npdiario.com.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA