quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Sexta-feira (25) tem 13º para aposentados – Veja como usar


A partir desta sexta-feira (25) serão pagas as antecipações da primeira parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas – o prazo vai até 8 de setembro. O que fazer com o valor? Confira orientações do presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos.

“Quem está pensando em usar o valor para pagar dívidas deve analisar a sua situação financeira em primeiro lugar. Se não está conseguindo honrar seus compromissos com sua renda mensal, você está em desequilíbrio financeiro. É preciso traçar um planejamento para sair dessa situação de forma definitiva”, orienta Domingos.
É preciso planejar o uso do valor de acordo com a situação financeira em que o aposentado ou pensionista se encontra. Veja em detalhes:

Endividamento ou inadimplência

É preciso conhecer seus ganhos e gastos e elencar todas as dívidas. Assim, saberá quais tem prioridade no pagamento: as de necessidade básica (como energia elétrica, água, gás e moradia) e sobre as quais incidem mais mais juros (como cheque especial e cartão de crédito).
“Se a primeira parcela do 13º for suficiente para quitar a dívida, faça. Do contrário, poupe o valor e também uma quantia mensal para conseguir quitar ou negociar com o credor. Se for parcelar o pagamento da dívida, tenha certeza de que as parcelas caberão em seu orçamento mensal”, orienta Domingos.

Equilíbrio financeiro

“Quem não tem dívidas mas também não poupa dinheiro pode achar que está em situação tranquila, mas na verdade é algo preocupante”, afirma Domingos. Isso porque havendo um imprevisto financeiro – seja ele positivo ou negativo – pode acabar entrando no endividamento por não ter uma reserva financeira.
“É preciso desenvolver o hábito de poupar, tanto a primeira parcela do 13º quanto uma quantia mensal. Indo na direção oposta ao consumismo exacerbado, você pode conquistar seus sonhos de curto, médio e longo prazos”, orienta o especialista.

Investimentos

“Aos que já são investidores, a orientação é usar parte do valor em seus investimentos e direcionar a outra parte para a realização de um novo sonho. Todo dinheiro poupado precisa ter objetivos correspondentes, como uma reserva para emergências, uma viagem dos sonhos ou a reforma da casa, por exemplo”, explica Domingos.
O valor poupado deve ser investido de acordo com o prazo do sonho. Para os de curto prazo, a poupança é bastante indicada. Para os de médio prazo, CDB, LCI e LCA são interessantes, segundo Domingos. Já para os sonhos de longo prazo, é válido considerar títulos do tesouro e até mesmo a previdência privada.

Fonte: DSOP Educação Financeira


Sobre Reinaldo Domingos

Doutor em Educação Financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin – www.abefin.org.br) e da DSOP Educação Financeira (www.dsop.com.br). Está a frente do canal Dinheiro à Vista, é colunista do InfoMoney e da Rádio Bandeirantes. Autor de diversos livros sobre o tema, como o best-seller Terapia Financeira.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA