sexta-feira, 4 de agosto de 2017

GUARAPUAVA: SEXO, ESTUPRO DE VULNERÁVEL E CRIME DE AMEAÇA NA CASA LAR


Segundo relato oficial no boletim de ocorrência da Policia Militar, as ocorrências assustadoras aconteceram no Batel e envolvem crianças e adolescentes da Casa Lar na Cônego BraGA.
O relato é assustador e chamou a atenção da comunidade!

confira:
No dia 03 Ago. 17, às 20h50min, policiais militares deslocaram até a Rua Cônego Braga, Batel, na Casa Lar, onde prestaram atendimento a uma ocorrência de naturezas ameaça / estupro de vulnerável / lesão corporal. A equipe PM foi acionada através de uma funcionária para comparecer no referido endereço, onde funciona o órgão municipal de acolhimento institucional a crianças e adolescentes (de 6 a 16 anos). No local ocorreu a denúncia de que abrigados frequentadores desta fundação estariam realizando os crimes de ameaça, lesão corporal e abuso de incapaz. O fato chegou ao conhecimento da funcionária por denúncia e relatos de empregados responsáveis pelo local, sendo que três adolescentes (15,14 e 12), vieram a abusar de crianças que também frequentam a Fundação (11, 8 e 7). Relataram as vítimas que os autores as forçaram e obrigaram, mediante ameaças, a praticarem sexo oral, apalpar os órgãos genitais, lamber partes do corpo e passar as mãos no corpo, fatos estes confirmados pelos envolvidos. Diante dos fatos, a equipe PM realizou buscas nos autores e seus pertences, não sendo localizado nada de ilícito. Foi realizada a apreensão dos autores, sendo estes encaminhados até a 14ª SDP para os procedimentos cabíveis, acompanhados pela representante da Fundação. As vítimas não foram conduzidas até a delegacia, devido ao estado emocional e ao medo de futuras agressões e abusos, sendo assim preservada sua integridade, ficando a denúncia a cargo da funcionária do estabelecimento.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA