terça-feira, 6 de junho de 2017

Seis mortos em grave acidente na BR 277

foto Fábio Matavelli/ Rede Massa

 O Corpo de Bombeiros, funcionários e socorristas da Concessionária Rodonorte atenderam, no Km 137,8 da BR-277, em Balsa Nova, um grave acidente envolvendo sete caminhões e quatro automóveis, sendo um caminhão-tanque carregado com Diesel, que explodiu após a colisão. Seis mortes foram confirmadas pela Polícia Rodoviária Federal e há outras seis vítimas feridas, entre elas três mulheres. 
 
Os dois sentidos da rodovia ficaram bloqueados durante praticamente toda a tarde, sendo liberado primeiro o sentido Sul (Curitiba) e o trânsito sentido Norte (Interior) continua bloqueado.
 
O acidente aconteceu na pista sentido Ponta Grossa, São Luiz do Purunã, a três quilômetros da Praça de Pedágio. A pista ainda está totalmente bloqueada por conta da colisão, equipes da Criminalística e do IML estão no local neste momento. Os veículos de socorro enfrentaram muitas dificuldades para chegar ao local.
 
O outro sentido também foi interditado para a chegada do socorro, mas foi liberada no início da noite.  O helicóptero da Polícia Militar chegou a se deslocar ao local da colisão, porém a neblina impediu a chegada da equipe que precisou retornar ao aeroporto do bairro Bacacheri em Curitiba.
 
Um Caminhão Granelero de Balsa Nova também se envolveu no acidente. O motorista José Rubens de Andrade, morador no bairro São Caetano, conseguiu sair ileso do acidente, o caminhão teve a cabine totalmente destruída pelo fogo.
 
Dos seis feridos, quatro vítimas foram encaminhadas para o Pronto Socorro Municipal de Ponta Grossa e outras duas para o Hospital do Rocio em Campo Largo. José Carlos Molas, 57 anos, morador de Umuarama, sofreu fratura na mão e contusões, mas está estável. Também uma gestante que estava em um dos veículos envolvidos na colisão saiu pela janela e acabou atropelada após deixar um caminhão, com medo da explosão. Neste momento, ela foi atropelada por um carro e foi socorrida com ferimentos moderados. 
 
A gestante foi identificada como Mayara Veronica Soares, 25 anos, moradora de Paranaguá, provavelmente sofreu fratura e varias escoriações, mas está estável. Mayara saiu de casa e estava de carona em um dos caminhões. Seu filho, de 9 anos, também saiu correndo pela pista contrária e devido à visibilidade no local, dois veículos acabaram atropelando e prensando o menino na mureta às margens da rodovia. Ele teve morte instantânea.
informações Banda B

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA