quinta-feira, 18 de maio de 2017

NO PARANA O CASO AECIO - VAI ALEM DE ROCHA LOURES: QUEM MAIS PODE CAIR?

O dono da JBS também revela que comprou o apoio de partidos políticos
 para apoiar Aécio a presidente

O caso JBS pode ter desdobramento e chegar a políticos do ALTO COTURNO NO  Paraná, além do deputado  herdeiro da NUTRIMENTAL Rodrigo Rocha Loures. A pergunta que se faz – e deve ser esclarecida em breve – é quanto dos R$ 60 milhões de propinas pagas ao agora senador afastado Aécio Neves, irrigou outras campanhas ? Teria desdobramento no Parana? Quem estaria na mira?

Segundo Lauro Jardim, o jornalista que noticiou em primeira mão o novo escândalo, a  delação de Joesley Batista tem outros trechos devastadores para Aécio Neves, além da gravação em que Aécio pede R$ 2 milhões.
Joesley revela que pagou propina de cerca de R$ 60 milhões em 2014 para Aécio, por meio da emissão de notas fiscais frias a diversas empresas. O dono da JBS também revela que comprou o apoio de partidos políticos para apoiar Aécio a presidente.
Meio caminho para esclarecer dúvidas.
Antes,  Marcelo Odebrecht relatou ter recebido pedido de Aécio de R$ 15 milhões para socorrer caixas de aliados. Sem condições de fazer diretamente, Marcelo disse que pediria ao dono da Cervejaria Petrópolis (Itaipava) para fazer o aporte. 
O MP esta de olho, as linhas cruzadas podem sobrar para mais gente no Estado!

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA