quinta-feira, 11 de maio de 2017

Dia das Mães deve movimentar R$ 544 milhões no Paraná




Sondagem da Fecomércio revela que 76% dos filhos pretendem presentear. Tíquete médio será de R$ 101,30


O próximo Dia das Mães deve movimentar R$ 544 milhões no Paraná, segundo projeção da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), um crescimento de 4,26% no volume de vendas em relação ao ano passado.

Sondagem realizada pela Fecomércio PR mostrou que 76% dos paranaenses pretendem dar presentes neste Dia das Mães, o que representa um acréscimo em relação ao ano passado, quando 71% dos filhos planejavam comprar algo para marcar essa data tão especial.


Apesar do aumento na intenção de presentear, a pesquisa verificou que haverá redução no valor do tíquete médio. Enquanto em 2016, o valor médio dos presentes para as mães foi de R$ 104,00, neste ano será de R$ 101,30.
As vendas no Paraná devem seguir a tendência nacional. A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que a segunda melhor data para o comércio deve movimentar R$ 9,2 bilhões no país, um crescimento de 3,8% na comparação com o ano anterior. Se confirmada, a data comemorativa volta a registrar crescimento real no faturamento após dois anos de queda. Em 2015 e 2016, as vendas variaram -0,4% e -9,0%, respectivamente.


A CNC projeta ainda a contratação de 20,6 mil trabalhadores temporários pelo setor. Essas contratações devem apresentar ligeiro aumento ante o mesmo período de 2016, quando foram abertas 20,1 mil vagas. Apesar da maior oferta de postos de trabalho, a taxa de efetivação deve se manter abaixo da média histórica de 5,5%.

Tipos de presente
De acordo com a Fecomércio PR, os artigos de vestuário serão a principal escolha dos filhos, com 42% das intenções de compra. Os perfumes e cosméticos serão a opção para 23% dos entrevistados e os acessórios para 10%. Há aqueles mais práticos ou que preferem não arriscar, e por isso 8% irão presentear sua mãe em dinheiro para que ela mesma compre o que quer. Na lista dos presentes mais prováveis aparecem ainda os eletrodomésticos (4%) e os livros (3%). Outros 10% afirmam que o presente será diferente dos mencionados nas alternativas da sondagem.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA