terça-feira, 4 de abril de 2017

GREVE APP-Sindicato mobiliza categoria e professores para ato e manifestação amanha em Curitiba

 Caravanas do interior, incluindo Guarapuava, estão sendo organizadas.
IMAGEM 2015- MOBILIZAÇÃO 

A APP-Sindicato participa amanha ( Quarta 05) de audiência pública sobre a Resolução 113/2017.Também conhecida como Resolução da Maldade, trata da distribuição de aulas na rede estadual, no ano letivo de 2017
 Audiência sera  na Assembleia Legislativa do Paraná, a partir das 9h.
 Durante a tarde marcado para as  13h, acontece um  ato e protestos  em frente a Secretaria de Estado da Educação.
 Caravanas do interior, como de  Guarapuava, estão sendo organizadas. ( NOTA NA INTEGRA DA APP - ABAIXO) 

A APP   prepara nova assembleia de professores para o próximo  sábado (08), a partir das 8h, no Espaço Cultural dos Bancários, em Curitiba.
 O encontro  debate e deliberar sobre a greve geral contra a reforma da previdência e terceirizações. 
O Espaço Cultural dos Bancários fica na Rua Piquiri, 380, Rebouças, Curitiba.

NOTA NA INTEGRA APP - SINDICATO 

NOTA - APP
Na próxima quarta-feira, dia 05 de abril, será realizada uma Audiência Pública sobre a Resolução 113/2017, no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). A audiência, que é uma das definições da categoria em assembleia, inicia às 9h.
A Resolução 113/2017, também conhecida como Resolução da Maldade, trata da distribuição de aulas na rede estadual, no ano letivo de 2017. Conforme a APP já vem denunciando, o governo do Estado tem atacado sistematicamente a educação e a Resolução 113 é uma prova disso.
Na Alep, dirigentes da APP, professores(as) e funcionários de escola e deputados(as) estaduais vão analisar os impactos causados pela resolução. “Será um momento importante de debate no poder legislativo”, explica o presidente da APP-Sindicato, professor Hermes Silva Leão.

Às 13h30, será feita uma mobilização em frente à Secretaria de Educação (Seed). “Nós iremos até a Seed para cobrar respostas ao conjunto de itens importantes do dia a dia escolar e da nossa pauta de reivindicações”, conta Hermes.
APP SINDICATO

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA