segunda-feira, 3 de abril de 2017

COMISSÃO DA ASSEMBLEIA APROVOU VENDA DE CERVEJA NOS ESTÁDIOS

 
ROMANELLI - UM DOS DEFENSORES DO PROJETO
O lobby pela liberação da venda e consumo de cerveja nos estádios de futebol é muito forte. Envolve, além dos clubes, as fabricantes de bebidas, algumas aliadas ao Trio de Ferro – inclusive interessadas em parcerias futuras. Há duas semanas, uma audiência pública na Assembleia Legislativa reuniu diversas entidades, contra e a favor da liberação. Para mostrar o interesse pela aprovação, os presidentes de Atlético e Coritiba estiveram na sessão, contrapondo o posicionamento do Ministério Público e da Associação Médica do Paraná.


O projeto que libera a venda e o consumo de cerveja nos estádios deu mais um passo na Assembleia Legislativa. Na tarde desta terça-feira, o Projeto de Lei 50/2017 foi aprovado com ressalvas na Comissão de Defesa do Consumidor, e agora vai ao plenário em regime de urgência. Mas, com a polêmica do assunto, certamente haverá discussão e apresentação de emendas.
O próprio relator do projeto, deputado Requião Filho (PMDB), admitiu que vai apresentar as suas emendas em plenário. Para ele, é preciso garantir que os clubes sejam responsabilizados caso aconteçam eventuais problemas. “Eles são os grandes interessados nesta aprovação e entendo que o que precisa é aumentar a fiscalização para combater os excessos. Mas essa responsabilidade que envolve a segurança deve ficar a critério dos clubes e isto deve constar no projeto”, afirmou o político. Na comissão, Requião Filho foi favorável, assim como o deputado Paulo Litro (PSDB). Tercílio Turini, do PPS, foi contrário, enquanto Alexandre Guimarães (PSD), se absteve de votar.


ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA