segunda-feira, 27 de março de 2017

Mulher grita para pedir ajuda a vizinhos, mas é encontrada morta em matagal; IML investiga violência sexual

Assim que o corpo foi localizado, a polícia conseguiu ver que ela tinha marcas de violência sexual

Uma mulher que gritou pedindo socorro aos vizinhos foi encontrada morta na noite deste domingo (26). Ela está sem identificação oficial, com sinais de violência sexual e ferimentos de arma branca (faca). A Polícia Civil  investiga, mas há poucas informações sobre o crime.

De acordo com a Polícia Militar (PM), que atendeu a ocorrência, o chamado dos vizinhos foi registrado por volta das 23 horas  em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Eles ouviram uma mulher gritar pedindo socorro e, logo depois, disseram não saber onde estava. O crime aconteceu na rua Cassiano Ricardo, no bairro Vargem Grande.
Assim que o corpo foi localizado, a polícia conseguiu ver que – a princípio – ela tinha marcas de violência sexual, sobretudo, porque foi encontrada sem as calças, ao lado de um chinelo preto e blusas de frio.
O superintendente Itamar da Delegacia de Pinhais disse  que as investigações “Ainda está tudo no começo, mas ela foi encontrada em um matagal. Estamos nos levantamentos primários, precisamos da identificação para iniciarmos. Não sabemos ainda se ela morava ali ou não. Era uma mulher bem vestida, aparenta ter 30 anos, mais ou menos”, disse Itamar.
Exames do Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba devem comprar se, de fato, houve violência sexual. A família ainda não reclamou o corpo e o confronto de digitais, do Instituto de Identificação, deve auxiliar a polícia nas investigações.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA