segunda-feira, 27 de março de 2017

MORTE DE FISCAL: CARTEL DOS COMBUSTÍVEIS PODE TER FEITO VITIMA NO PARANA

  A pergunta que não quer calar: A MAFIA DO COMBUSTÍVEL AGE EM TODO PARANA? CADE A FISCALIZAÇÃO? 
MAFIA DO COMBUSTÍVEL NO PARANA: TERIA ELE PAGADO COM
A VIDA POR FISCALIZAR UMA PERIGOSA QUADRILHA ?

A operação “Pane Seca” identificou a atuação de quadrilhas especializadas em fraudar combustíveis em quantidade e qualidade. “Elas eram bem
organizadas, usavam tecnologia para que o abastecimento fosse interrompido enquanto a bomba mostrava para o cliente que estava tudo normal. No fim, havia uma diferença de 6%, 7% entre o que o motorista recebia e pelo o que pagava.

 Além disso, a operação identificou o uso de 70% de etanol no lugar da gasolina e de substâncias proibidas, como o metanol”, 
Fabrizzio  o fiscal assassinado , foi  morto na porta de casa na noite da última quinta-feira (23) no bairro Capão da Imbuía. Ele estacionou o Honda Civic em frente ao portão da residência quando outro veículo se aproximou e bateu na traseira do carro dele. 
Em seguida, o atirador desceu e disparou três vezes

contra o fiscal. O caso é investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Acompletou o secretário.
A ação da polícia resultou em nove postos lacrados por determinação judicial. 
A pergunta que não quer calar: A MAFIA DO COMBUSTÍVEL AGE EM TODO PARANA? CADE A FISCALIZAÇÃO? 

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA