quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Paraná deve crescer mais que os outros estados brasileiros em 2017

Pelo menos essa é a perspectiva dos economistas do Conselho Regional de Economia do Estado, o Corecon PR. O Produto Interno Bruto local pode ser até 1.8% maior no ano que vem, principalmente por conta do agronegócio. Na avaliação do economista e conselheiro, Lucas Dezordi, o interior do Estado deve concentrar o maior número de oportunidades de trabalho.

A perspectiva nacional é de que a inflação gire em torno de 6.5% e a taxa de juros deve atingir 12.5% já no primeiro semestre do ano que vem. A projeção dos economistas é de que a estabilidade política influencie na retomada da economia e no crescimento do crédito de até 5% no ano. A indústria nacional deve crescer de 1 a 1,5% e o setor do comércio e serviços deve ter alta de 1%. Ainda segundo Dezordi, o ano que está terminando não foi bom para nenhum setor da economia. No Paraná, a indústria de alimentos e bebidas foi a menos afetada com a crise.
Os números da crise e as perspectivas para o próximo ano serão debatidas por especialistas nessa quarta-feira (07), a partir das sete e meia da noite, na Associação Comercial do Paraná.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA