domingo, 2 de outubro de 2016

ELEIÇOES 2016 - Seis candidatos presos por crimes eleitorais no PR

Seis candidatos a vereador foram presos neste domingo (2) por crimes eleitorais no Paraná. As prisões ocorreram em Maringá e Rolândia, na região norte, Corbélia, no oeste, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, e em Laranjeiras do Sul, na região central.
FOTO DE AÇÃO SEM PRISÃO - HOJE -  CAIC GUARAPUAVA - LOBO NOTICIAS

Em Maringá, uma candidata a vereadora pelo PC do B, de 23 anos, foi presa por espalhar material de sua própria campanha nas proximidades do Instituto de Educação. O local tem 15 seções eleitorais e deve receber 3,3 mil eleitores.


A candidata foi detida e levada à sede da Polícia Federal (PF) junto com 1,2 mil panfletos. Segundo a PF, ela foi ouvida e liberada após assinar um Termo Circunstanciado por crime eleitoral. Ela confirmou aos policiais que espalhou sozinha os panfletos.

Já em Rolândia, uma professora que concorre ao legislativo municipal foi presa após ser flagrada pedindo votos para eleitores. Ela foi levada ao Fórum Eleitoral do município, e depois levada à Delegacia da Polícia Civil. A candidata também assinou um Termo Circunstanciado por crime eleitoral e foi liberada.

Nos Campos Gerais, em Ponta Grossa, dois candidatos a vereador também foram presos. Um dos postulantes ao legislativo foi preso próximo ao Instituto de Educação, no bairro Vila Estrela, jogando panfletos de campanha e colando adesivos.

A segunda situação ocorreu em frente a um posto de saúde, na Rua Almirante Barroso, em Uvaranas. Eles foram ouvidos pela Polícia Federal e liberados na sequência.

Segundo a Justiça Eleitoral, os presos terão dez dias para pagar uma multa de um salário mínimo e devem prestar serviços comunitários por seis meses.
Em Corbélia, um candidato a vereador do Partido Social Cristão (PSC), de 39 anos, foi preso fazendo transporte irregular de eleitores, segundo informações da Justiça Eleitoral. Ele foi encaminhado à delegacia da cidade.

Um candidato que concorre a uma vaga na Câmara Municipal de Laranjeiras do Sul pelo Partido Progressista (PP) foi preso na cidade. Segundo a PM, por volta das 9h da manhã, o candidato foi abordado em frente ao Colégio Floriano Peixoto e, com ele, os policiais encontraram vários santinhos. Em revista feita no carro dele também foram encontrados R$ 1.650.
O candidato, de 56 anos, foi levado para o Cartório Eleitoral de Laranjeiras do Sul. Ele deve ser ouvido pela Polícia Civil ao longo da tarde, e deve ser estipulada uma fiança.
COM INFORMAÇOES DO  G1 Paraná.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA