sexta-feira, 12 de agosto de 2016

GUARAPUAVA NÃO AVANÇA NA GERAÇÃO DE EMPREGO E SEGUE SEM GERAR TRABALHO A QUEM PRECISA



Perdendo para municipios menores como Capanema, ou pouco maiores a exemplo de Ponta Grossa, Guarapuava, continua a não avançar na geração de empregos, o mês de junho foi negativo . Os dados são do Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados (CAGED), que aponta que entre as 60 cidades do estado com mais de 30 mil habitantes, Guarapuava amarga o  56º lugar, com 329 desempregados a mais que empregados. 

No último levantamento do Caged, de janeiro a junho de 2016, o saldo acumulado é de 1.123 demissões a mais que contratações, o que representa que as empresas e indústrias de Guarapuava demitiram mais que contrataram nesse período.
Os setores que mais desempregaram no primeiro semestre de 2016 foram os da indústria de transformação, construção civil, comércio e agropecuária. 
Uma tristeza para pais e mães  de familia ,  jovens que precisam entrar no mercado de trabalho. A pergunta é: Como ?

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA